David Lima


Desenvolvedor Web

5 motivos para optar por soluções web

Você sabia que existem alternativas online para praticamente tudo o que você faz hoje no seu computador, smartphone ou tablet? E sabia que essas alternativas, além de poder substituir completamente essas ferramentas, podem te dar ainda mais opções e melhorar ainda mais a sua experiência com o seu uso comum?

Se você usa, principalmente o pacote Office (Word, Excel, Power Point, Outlook, etc), vai gostar do que vem a seguir: 5 motivos que podem te convencer a mudar para uma alternativa web.

Chamamos essas alternativas de soluções web, e a maior diferença é que elas não dependem do seu computador, pois funcionam em servidores externos, e você acessa pela internet. Logo, independente do seu sistema operacional, você só precisa ter um navegador web (como o Google Chrome ou o Mozilla Firefox) e você poderá usar o software web da mesma forma.

 

Sabendo disso, conheça cinco motivos para adotar de vez as soluções web:

1. Multi-plataforma

Esse é um nome que chama atenção, mas você sabe o que de fato isso significa?

Significa que, independente de qual for seu aparelho ou sistema operacional, você poderá acessar a ferramenta.

Já passou por aquela situação que você salva aquela apresentação impecável na sua máquina e, na hora de apresentar, tudo o que você consegue mostrar são textos fora do lugar e imagens quebradas?

Este é um problema comum de documentos entre plataformas: você possui um software no seu computador, e este software só lê da forma correta os arquivos salvos por ele. E o computador da sua empresa, faculdade, etc. possui um outro software, que também só vai ler direito os arquivos que ele mesmo salvou. Já dá pra saber o resultado, não é?

Agora pense: e se você tivesse criado sua apresentação online? O mesmo software que você acessou no seu computador, poderia acessar no outro computador (e em qualquer outro do mundo), e evitaria um dos maiores problemas que as pessoas têm na hora de fazer apresentações digitais.

 

2. Compatibilidade

É aquela velha história: salvei meu documento no meu Word 2010 e a extensão do documento é .docx, meu amigo tem o Word 2003  que só lê a extensão .doc. Ele simplesmente não vai conseguir ver meu arquivo!

Como soluciono isso? Crio um documento online e compartilho com ele. Ele acessa o documento pelo navegador e pronto. Já pode visualizar e editar o documento.

 

3. Economia de espaço físico

Se você usa computador ou qualquer gadget diariamente, seja para trabalho ou pessoal, provavelmente você tem aquela pastinha com todos os seus arquivos. Músicas, fotos, vídeos, documentos, etc.

Esta pode ser a pasta mais pesada que você tem, e se você apagasse ela do seu HD, teria muito mais espaço livre. Então, porque não apagar?

Você pode armazenar gratuitamente todos os seus arquivos em uma nuvem pessoal, onde só você (e quem mais você queira) tem acesso. Digamos que essa nuvem seja seu “espaço reservado na internet”, e lá quem manda é você. Você acessa, adiciona, apaga, compartilha os arquivos e pastas que quiser, como quiser, de onde quiser e com quem quiser.

Você já precisou colocar um arquivo gigante dentro do seu pendrive ou HD externo, mas não havia espaço suficiente? Ou, já precisou copiar um arquivo ou documento para levar a outro lugar e não sabe onde deixou seu pendrive? Essas coisas acontecem com frequência, e podem ser evitadas usando o armazenamento na nuvem. Você pega o seu arquivo, envia para sua nuvem pessoal e a mágica já está feita. Seu arquivo vai estar disponível de qualquer lugar do mundo, apenas acessando sua nuvem.

 

4. Socialização e compartilhamento

Então você está lá, escrevendo um trabalho ou uma documentação extensa dentro de um grupo de 8 pessoas. Veja bem: são 8 pessoas trabalhando no mesmo arquivo! As alternativas são:

1. Cada um cria um documento com um fragmento do documento final e depois juntam tudo;

2. Cada um escreve no documento e envia para a próxima pessoa do grupo, que quando terminar, enviará para o próximo e assim por diante;

E o que há de errado nas opções? O tempo perdido (além da possibilidade de ocorrer problemas relacionados a plataforma, item 1. Multi-plataforma).

Você faz sua parte do arquivo, outra pessoa abre o arquivo com outro software, desconfigura a sua formação e faz uma formatação diferente pra parte dela. No final, vocês terão um grande frankestein, isto é, um documento horrível, bagunçado e que tomará horas de esforço para uma padronização.

 

Em uma grande plataforma de edição de documentos (não vou dizer que é o Google Docs), você pode realizar edições simultâneas com quantas pessoas quiser. E não, não é todo mundo no mesmo computador!

Você acessa o documento da sua máquina, seu colega acessa através da máquina dele, o outro acessa pelo celular, outro pelo tablet, outro pela sua smart TV (é completamente possível), e quantas pessoas mais quiserem poderão acessar o documento, desde que o criador do documento (no caso, você), lhes dê permissão para leitura e edição.

Isso resulta num belo trabalho em equipe, onde todos editam o mesmo documento ao mesmo tempo, utilizam um sistema de comentários e chat dentro do próprio documento para tirar dúvidas uns com os outros e agilizam de forma incomparável o processo de criação do documento.

Faça o teste: crie um documento no Google Docs e compartilhe com um amigo, peça para ele abrir o documento e digitar qualquer coisa. Você vê as alterações em tempo real, pode fazer comentários, adicionar marcadores e editar todo o conteúdo incluído no documento.

 

5. Praticidade

A ideia é realizar suas tarefas de forma mais rápida, prática e eficaz, correto?

Ter que plugar um USB (ou colocar um CD) em duas máquinas, fazer o processo de copiar/colar o arquivo e abrí-lo (torcendo para ser compatível com o software na máquina de destino e não perder seu precioso tempo) é eficaz? Sim. É rápido e prático? Há alguns anos, era. Hoje você pode simplesmente dar um clique no seu navegador preferido e visualizar o arquivo que quiser, sem nenhum trabalho extra.

A web está ganhando muitas ferramentas para os mais variados tipos de tarefas, e isso é uma ótima notícia. Em breve, teremos tudo o que precisamos no navegador, o que exigirá muito menos do seu computador e te poupará de comprar licenças de software, resultando em uma grande economia.

E olha que só estamos falando de documentos e arquivos aqui, mas o desenvolvimento de software online já tem muito mais a mostrar, como CMS (sistemas de gerenciamento de conteúdo), ERP (sistemas de gestão empresarial), sistemas de vendas dos mais básicos aos mais complexos, sistemas de pagamento online, gerenciadores de mídia, softwares para acessar áreas de trabalho remotas, vídeo-conferência e muito mais. Quer fazer um teste?

Pense num software que você usa comumente e tem instalado no seu computador. Um editor de vídeos pode ser um bom exemplo.

Vá até o Google e pesquise “online video editor”. As chances de você encontrar um software que te dê tudo o que você faz hoje a partir do seu navegador (e de graça), são grandes. Com isso você evita fazer instalações enormes e acabar com o espaço no seu disco rígido, evita sobrecarga no seu computador (pois nessas ferramentas, o responsável por aguentar o gasto de memória do software é o servidor, e não o seu navegador) e ainda pode fazer de qualquer lugar do mundo.

 


 

Achou a ideia interessante? Confira alguns serviços online que podem (e vão) te ajudar a otimizar seu tempo ou de sua equipe:

Documentos e apresentações

  1. Google Docs
  2. Microsoft Office Online 

Armazenamento e compartilhamento de arquivos

  1. Google Drive
  2. Asus WebStorage
  3. DropBox
  4. Mega 

Editores de imagem

  1. Pixlr
  2. PicMonkey

Editores de vídeo

  1. YouTube Editor
  2. WeVideo 

Players de música e rádios

  1. GrooveShark
  2. SuperPlayer 

Área de trabalho remota (sim, pelo navegador!)

  1. Chrome Remote Desktop